Criança: para um passeio perto de São Paulo

O fim de semana vai chegando e, com ele, a mesma dúvida. Se você mora na capital paulista, mas quer se divertir com os filhos fora da cidade, que passeio fazer com criança perto de São Paulo?

Quando penso nisso, dezenas de possibilidades me vêm à cabeça. O primeiro a se decidir é o estilo do passeio e, consequentemente, a direção da estrada a ser tomada. No nosso caso, procuramos andar na contramão. Já fomos, por exemplo, para o Guarujá em julho, quando todo mundo corre para a serra.

Vão aqui algumas ideias de passeio em cidades paulistas:

GUARUJÁ

Nem precisou ficar no colo para ver
ACQUA MUNDO, NO GUARUJÁ – Fotos: Nathalia Molina @ComoViaja

Lá uma boa ideia é ir ao Acqua Mundo. Nosso filho tinha 2 anos e amou — vê só como foi a nossa visita. Estava chovendo quando chegamos. Não fez a menor diferença porque o passeio todo é coberto. Na época, ele tinha 2 anos. Hoje não usa mais chupeta (tem 6 anos), mas segue gostando muito de ver bicho.

SANTOS
Está nos nossos planos há tempos. A cidade tem o prédio da Bolsa do Café, onde está o Museu do Café — leia aqui sobre ele. Tudo a ver com São Paulo. Da Praça Mauá, parte o bonde que passa pelo centro histórico de Santos.

Meninos podem gostar de ir ao Memorial das Conquistas, do Santos. Entretanto, se os pais não forem santistas, talvez não seja indicado levar o garoto ao campo do adversário, ainda mais se tratando de gente do naipe de Pelé e Neymar.

CAMPOS DO JORDÃO
A mais famosa cidade de serra de São Paulo, na Mantiqueira. Em qualquer época do ano, é tempo de comer chocolate nas lojinhas da Vila Capivari. Com os pequenos, é melhor até no verão, pois no auge da temporada fica insuportável — escrevi sobre isso em Campos antes do inverno.

Foto: Nathalia Molina @ComoViaja
SERRA DA MANTIQUEIRA

Um passeio que as crianças podem curtir é pegar o trem em Campos para ir até Santo Antônio do Pinhal. Não serve com meio de transporte porque tem horário apertado para retornar, é só pela gostosa voltinha de trem pela serra mesmo — falo dele em Subindo a serra.

É sempre bom pôr o protetor na mala porque sol de montanha costuma torrar quando aparece, e há muita atividade na natureza da Mantiqueira. De ver os picos mais famosos da região, como a Pedra do Baú, a um piquenique no Horto Florestal — escrevi sobre esses programas em A natureza de Campos.

 

SANTO ANTÔNIO DO PINHAL
É tudo de bom para se conhecer uma outra versão da Serra da Mantiqueira, mais calma. Os programas lá incluem passear pelo centrinho (com lojinhas) ou pelas plantas temáticas do Jardim dos Pinhais — também escrevi sobre isso em Subindo a serra.

EMBU DAS ARTES
Cidade das Abelhas, Embu, São Paulo - Foto Nathalia Molina www.comoviaja.comColadinha a São Paulo, a cidade é famosa pela tradição artística de seu centrinho. Com crianças, vale sair um pouco desse circuito para ir até a Cidade das Abelhas, um lugar cheio de escorregas que dá uma divertida aula prática de ciência. Nós estivemos lá quando o Joaquim tinha 3 anos; até hoje ele fala do passeio. Dá uma espiada em como foi a nossa visita.

COTIA
A ideia ali é visitar uma das fazendinhas existentes em Cotia. Já fomos ao Bichomania, bem afastado, acessível após uma estradinha de terra. No dia, estava um sol de rachar. Na época com 2 anos, o Joaquim não conseguiu descer no super-escorregador porque estava pelando de quente, mas curtiu muito ver os bichos e passar “um dia na fazenda”.

Mais fofo que o coelhinho. Olha essa mãozinha!
BICHOMANIA, EM COTIA

No caminho, fica o PetZoo, logo na Estrada de Caucaia do Alto, aquela que sai da Rodovia Raposo Tavares. Passamos um dia lá quando o Joaquim tinha uns 4 anos. Ele se esbaldou. É um terreno menor, com as atrações mais próximas. Como já era maior, adorou a tirolesa.

CAMPINAS / JAGUARIÚNA
Uma delícia de passeio é pegar a Maria-Fumaça que liga Campinas a Jaguariúna. Existe a opção do caminho inverso. Não vale a pena porque não há nada para fazer na estação de Campinas. A melhor direção é mesmo tomar o trem rumo a Jaguariúna. Lá tem uns restaurantes para almoçar, além de feirinha e bancos no jardim.

O trajeto é sempre ida-e-volta, a não ser que você tenha alguém para levar o carro até a outra cidade enquanto você faz o passeio. Os trechos de ida e de volta são iguais, mas não é ruim esperar pelo retorno em Jaguariúna, a estação é uma graça e está preparada para distrair os visitantes enquanto a locomotiva não parte.

Tchau, Jaguariúna
ESTAÇÃO DE TREM EM JAGUARIÚNA

6 Comments

  1. Fatima

    Já tentou a Ilha do tesouro? É um espetáculo interativo com criança e adulto. Nunca pude ir porque não tenhos filhos, mas sempre achei interessante. Acesse o site deles; http://www.centrodaterra.com.br/conteudo.asp?conteudoId=31
    Me parece que só tem aos domingos as 11h e tem que reservar porque as vagas são limitadas.

    • Nathalia Molina

      Parece muito legal, Fátima. Só vou ter esperar um pouco porque meu filhote ainda tem 3 anos e eles recomendam a partir de 7 anos. Mas vou sugerir para os amigos com filhos mais velhos.
      Adorei receber sua visita de novo, obrigada!

  2. Alexandra

    Natália! Estou absolutamente emocionada! Amamos, amamos, amamos o post! Todos os passeios tão legais que viajei sem sair do computador.
    Vamos partir amanhã cedo em direção a Campinas pegar o trem para Jaguariúna e passar um sábado feliz!
    Vamos esticar ficando em uma pousada em Souza e se vocês quiserem almoçar com a gente em Joaquim Egydio no domingo eu e os meninos estaremos esperando por vocês!
    Um beijo enorme!
    xx

    • Alê, fico muito feliz em saber que vocês vão! Os meninos vão adorar esse passeio. Tem música no trem, eles falam sobre as terras que o caminho corta. Tenho muito de fazer este post com fotos.
      Aproveitem o passeio, beijão!

DEIXE SEU COMENTÁRIO