Passeio com criança em São Paulo: Urban Motion

Consultamos a previsão do tempo e deu lá: tempestades previstas para a semana toda em São Paulo. Nath e eu nos entreolhamos e lembramos de outros janeiros chuvosos na capital, quando fazer atividades ao ar livre com criança se torna uma tarefa inviável. Por essa razão fomos parar no Urban Motion, parque de trampolins que funciona na zona sul de São Paulo.

Com quase 8 anos, nosso filho é dessas crianças que vira ‘sócia’ da cama-elástica nas festas de aniversários, e um programa assim o faria se sentir no paraíso. Quando estivemos no Urban Motion, a maior parte da meninada tinha mais ou menos a idade do Joaquim. Achamos mesmo que a atração é indicada para essa faixa, entre os 5 e 10 anos, quando o agito não para e a vergonha de pular (e se esborrachar) não paralisa.

joaquim-parkour-urban-motion-sao-paulo-crianca-ferias-foto-fernando-victorino-como-viaja
Fotos: Nathalia Molina e Fernando Victorino @Como Viaja

Como é o parque de trampolins

O Urban Motion funciona em um galpão alto. São 41 trampolins conectados por cerca de 500 metros quadrados. Nathalia ficou com a impressão pelo site de que encontraria um espaço maior. Talvez seja porque quem não brinca fica na entrada, num dos cantos da sequência de camas. É possível chegar próximo de algumas áreas para fotografar e filmar. Em outras, só quem participa da ‘pulação’ está autorizado a circular.

AGILIDADE
slackline-urban-motion-crianca-sao-paulo-piscina-foto-nathalia-molina-como-viaja
EQUILÍBRIO

Além dos trampolins, o parque tem uma piscina de blocos de espuma (onde rola um slackline nos 15 minutos finais), uma quadra de queimada e uma tabela de basquete. Tudo para ser feito com a ajudinha do impulso das camas elásticas. É parkour em estado lúdico.

O que fazer no Urban Motion

O aviso de uma das placas é expresso: pule.

A tabela de basquete é para ser usada por quem deseja enterrar no melhor estilo dos astros da NBA — quando Joaquim entrou para brincar, no entanto, essa área foi interditada para resolver um problema de estrutura, segundo disse uma funcionária. Aliás, os monitores são supervisores da brincadeira, o que é muito legal porque a criançada se diverte livremente. Os monitores apenas intervém quando há alguma infração às regras, expostas em placas pelo galpão.

Quem não pula, tira foto e compartilha — o wifi é grátis e bom — ou providencia refresco para os pequenos puladores. Joaquim entrou para brincar no grupo do meio-dia, com o sol (sabe aquela chuva, pois é, não veio) castigando o telhado do galpão. Durante 1 hora, nosso filho fez várias pausas para beber água (de coco e mineral) e se recompor do cansaço. Confesso que Nath e eu nunca o vimos tão esgotado depois de pular direto.

CANSAÇO

VALE SABER

Endereço: Rua Rubens Gomes Bueno, 288, Chácara Santo Antônio (entre a Avenida João Dias e a Marginal Pinheiros). Tem estacionamento, pago (aceita dinheiro ou cartão de débito): R$ 12 — por 2 horas; R$ 2 — demais horas

Funcionamento: No site do parque há um calendário com o número de vagas disponíveis em cada horário da semana. Não abre às segundas

Preço: O valor para 1 hora de brincadeira é único para crianças e adultos: R$ 44 — terça a sexta, sem agendamento — ou R$ 39 — quando pré-agendado pelo site. Todos os preços sobem R$ 5 nos fins de semana e feriados. A identificação de quem brinca é feita com uma pulseirinha (cada cor indica um horário). O avisos de que brincadeira começou ou acabou são dados por um sistema de som

pulseira-identificacao-urban-motion-crianca-sao-paulo-nathalia-molina-como-viaja

Alimentação: Uma lanchonete funciona ao lado do galpão. Água mineral, água de coco e isotônicos são os campeões de venda

Site: www.urbanmotion.com.br

DEIXE SEU COMENTÁRIO