Cruzeiros no Brasil: promoções

Diante da crise econômica e da alta do dólar, as companhias de cruzeiros fazem promoções para atrair viajantes na temporada 2015-2016 no Brasil. Algumas delas são dólar congelado, tarifas com desconto para quem não faz questão de escolher a cabine e parcelamentos sem juros no cartão de crédito antes do embarque e até na hora de acertar as contas no fim do cruzeiro.

Dólar congelado

RHAPSODY, DA ROYAL - Fotos: Divulgação
RHAPSODY, DA ROYAL – Fotos: Divulgação

Até 13 de dezembro de 2015, a Royal Caribbean tem uma promoção com dólar congelado ao câmbio de R$ 2,69 para embarques no Rhapsody of the Seas, com crédito adicional de US$ 300 para gastar durante a viagem. O total pode ser parcelado em até 12 vezes sem juros.

MSC ARMONIA
MSC ARMONIA

A MSC Cruzeiros mantém desde agosto de 2015 o dólar congelado em R$ 2,99 para a compra de viagens e divide as viagens em até 10 vezes sem juros. Na tarifa Super Bingo da companhia, o passageiro escolhe o navio e data de partida, mas só sabe em que cabine dupla viaja no momento do embarque.

Foto: Costa Cruzeiros/Divulgação
COSTA FASCINOSA

A Costa Cruzeiros oferece uma tarifa nesse estilo: a Economize Agora. O viajante não pode fazer opção de cabine ou turno de refeição.

A partir de 30 dias antes da viagem, é informado sobre sua cabine. A companhia divide o valor em até 10 vezes sem juros.

Nos dois casos, as companhias usam esses viajantes para preencher as cabines que ficariam vazias a cada embarque. Essas promoções não permitem alterações — verifique as condições antes de fazer a reserva.

Parcelamento de despesas a bordo

SOVEREIGN, DA PULLMANTUR
SOVEREIGN, DA PULLMANTUR

Na Pullmantur, as viagens já podiam ser pagas em até 12 vezes sem juros. Agora, no início de dezembro, a companhia anunciou a mesma condição para as despesas feitas a bordo. No fim do cruzeiro, o valor gasto é convertido para real e pode ser dividido também em até 12 vezes no cartão de crédito do Brasil, sem incidência do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF).

Para evitar o risco de flutuação do dólar, uma possibilidade é já reservar e pagar antecipadamente despesas extras, que serão usufruídas a bordo, como excursões nos portos e bebidas durante as refeições. Os valores são somados aos valores do cruzeiro, e o total pode ser parcelado no cartão de crédito nacional.

DEIXE SEU COMENTÁRIO