10 dicas de organização para viagem

O dia de embarcar parece voar, antes mesmo de se pisar no avião. Há sempre muito a ser feito, de aspectos relacionados à viagem a assuntos tão banais quanto checar se tem comida que pode estragar na geladeira durante o período fora de casa.  Algumas medidas podem ajudar a diminuir esse frenesi:

1 > Faça uma lista

Está bem, não inventei a pólvora, desde que o mundo é mundo todos sabem que a melhor forma de se organizar é… se organizando. Mas muita gente esquece desse conceito básico na hora de viajar, às vezes até acha um excesso de metodologia, assim não custa lembrar a utilidade da lista.

Quando se tem filhos, então! Escreva tudo o que for lembrando. Por mais bobo que pareça incluir itens como ‘pegar escovas de dente’, diante de tantas pendências, o óbvio acaba deixado de lado. E, se não levar o soninho (travesseiro) que garante uma noite tranquila para seu filho? Um detalhe pode causar estresse desnecessário. Conforme executa as tarefas, vá ticando.

E o tanto de tarefa burocrática pré-viagem: ver as contas que vencem quando estiver fora, comprar moeda estrangeira, garantir o seguro-viagem… Melhor anotar tudo.

2 > Compre moeda estrangeira e veja senhas de cartão

Canadá, Dólar, Moeda estrangeira - Foto Nathalia Molina @ComoViajaEssa é a parte mais chata para mim, só que sem ela infelizmente não se vai a lugar nenhum. Por causa dessa minha displicência já comprei dólar ou euro no dia da viagem, chegando mais cedo ao aeroporto. Lógico que não é o ideal porque não dá para negociar a taxa de câmbio.

Desde que passei a comprar a moeda estrangeira com antecedência uso a Cotação. A empresa é uma da parceiras do Como Viaja e promete descontos na taxa de câmbio para os nossos leitores. Solicite o contato, preenchendo um cadastro rapidinho, para um operador telefonar.

3 > Garanta o seguro-viagem

Seguro-viagem - Nathalia Molina de Oliveira - Canadá 2014-08 - Cópia-page-001No Brasil, tenho plano de saúde com cobertura nacional. Para o exterior, não viajo sem uma assistência de viagem, principalmente por causa da saúde. Já tive mala quebrada num voo para a Europa, mas a seguradora pouco fez porque a responsabilidade nesse caso seria da companhia aérea.

Mas já precisei de ajuda em casos de saúde e fiquei aliviada de poder contar com um suporte à distância. Como bem diz meu pai, seguro não é para ser usado, mas se for preciso ele está lá. Eu uso o seguro-viagem da Mondial, um dos motivos para ter feito uma parceria com a empresa. Todo mês divulgo aqui no Como Viaja! um código que dá desconto no seguro-viagem da Mondial. Nesta imagem acima, você vê como é o certificado que leva na viagem.

4 > Separe um canto da casa para fazer a mala

De preferência, escolha um lugar próximo de uma mesa para botar a mala aberta no chão. Assim pode colocar na mesa a bagagem de mão (documentos e equipamento fotográfico). A proximidade facilita remanejar itens da mala para a bolsa quando se preciso.

5 > Pense na mala e na farmacinha de viagem com calma

Dicas de organização de viagem, Necessaire - Foto Nathalia Molina @ComoViajaNão precisa começar a fazer a mala uma semana antes, embora exista quem se sinta mais tranquilo ao ir separando as coisas dentro da dita cuja. A ideia é mais pensar na concepção mesmo, especialmente se for uma viagem longa ou para um lugar de clima muito diferente do nosso. Desse jeito, você tem tempo de sobra para comprar alguma peça ou remédio que falte.

Lembre-se de levar uma farmacinha com os medicamentos a que está acostumado e pode precisar numa eventualidade. No meu caso, por exemplo, sempre carrego todo tipo de remédio para alergia.

6 > Programe a rotina para o período da sua viagem

Suspenda a assinatura do jornal e agende o pagamento das contas que vencem durante o período em que você estiver fora. Olhe o calendário para evitar avisar em cima da hora sobre a viagem à faxineira ou a qualquer funcionário que trabalhe na sua casa, por exemplo.

7 > Prepare câmera e celular com antecedência

Portão de embarque3, Aeroporto Santos Dumont, Rio de Janeiro, Foto Nathalia MolinaLimpe cartões de memória e carregue baterias dias antes da viagem. A tendência é sempre achar que isso é ‘rapidinho’ e deixar para última hora. Mas vai que a máquina ou o celular está abarrotado de fotos, você não vai querer descarregar tudo no computador sem ter tempo de fazer back-up por causa do afogadilho, não é? Não corra o risco de perder o registro de momentos valiosos, como esse aí ao lado.

Já perdi ótimas fotos por causa desse erro tolo: confiar que o HD não vai te deixar na mão justamente naquele momento. Pois ele deixa, sem dó nem piedade.

8 > Faça check-in pela internet

Mesmo com bagagem para despachar, facilita muito. E só ir ao balcão para deixar a mala. Com crianças, isso pode não rolar porque a companhia precisa ver se os pequenos viajam com um responsável e preferem fazer isso no balcão do check-in do que no portão de embarque para evitar atrasos e contratempos. Cheque a política da companhia aérea.

9 > Defina o transporte até o aeroporto

Se tem alguém para levar ao aeroporto ou se mora em uma área movimentada ou com pontos de táxi, esse item é o de menos. Caso contrário, agende um horário para evitar aquele corre-corre em dia de viagem. Fique atento à quantidade e ao tamanho das malas, especialmente se estiver com criança pequena, o que geralmente aumenta o número de peças com acessórios como berço portátil. Peça um carro grande para caber tudo.

Se for usar ônibus ou metrô no trajeto até o aeroporto, calcule o tempo de deslocamento com as baldeações e paradas.

10 > Saia cedo de casa

Portão de embarque2, Aeroporto Santos Dumont, Rio de Janeiro, Foto Nathalia MolinaAvião não espera. Melhor chegar cedo e fazer hora. Sem suadouro, poder comer um pão-de-queijo e tomar um café enquanto lê aquela revista que comprou no aeroporto.

Ficar um tempão esperando pode ser chato, mas é possível usar esse período para ir entrando no clima da viagem, seja lendo sobre o destino ou simplesmente relaxando. Afinal, depois de tantos preparativos, chegou o grande momento!

DEIXE SEU COMENTÁRIO