Guia de turismo e literatura de Paris

Um dos grandes culpados pela minha frustração em cancelar a viagem que eu faria a Paris em abril de 2013 foi um livro. Empolgadaça com os preparativos, devorei À Luz de Paris — Guia Turístico e Literário da Capital Francesa, do jornalista João Correia Filho. Claro que o pobre do livro e muito menos o autor têm nada com o cancelamento.

Minha ideia era fazer uma viagem sem pressa, reservei 10 noites de hotel. Como Paris tem tudo a ver com literatura, pedi o livro de aniversário. Queria entrar no clima dos escritores, flanar como Baudelaire. Mas tinha medo de À Luz de Paris ser especificamente sobre literatura, intelectual em excesso.

Foto: Reprodução

Que nada. O livro, editado pela LeYa, é uma delícia também para viajantes interessados numa visão geral da cidade. Eu me vi caminhando pelos bairros, como os escritores citados pelo autor. Deitada na minha cama, a cada página lida, me sentia já em Paris — no fim de 2013, finalmente fiz meu début na capital francesa.

Com fotos lindas, o livro traz itinerários sugeridos bairro a bairro e atrações numeradas nos mapas locais. O Guia de Sobrevivência no fim da edição inclui dicas gerais e até os golpes mais comuns contra turistas. Amei as páginas duplas com fotografias e citações como a de Marcel Proust: “A verdadeira viagem de descobrimento não consiste em procurar novas paisagens, e sim em ter novos olhos”.


*Temos parceria com a Amazon – Brasil e com a Livraria Cultura. Quando você compra produtos pelos links que encontra aqui, um percentual do valor é repassado ao Como Viaja. Assim, você contribui para continuarmos a escrever neste espaço. Conheça todos os parceiros do Como Viaja, que oferecem passagens, hotéis, guias e reservas de atrações

DEIXE SEU COMENTÁRIO