Transfer no intercâmbio é indicado na chegada para sair do aeroporto

No intercâmbio, como funciona o transfer do aeroporto na chegada? Saiba mais sobre o serviço de transporte oferecido a estudantes. Motorista é indicado, especialmente para quem não fala nada além do português

Meu Deus, como eu saio desse aeroporto?  Essa é a dúvida mais comum entre os viajantes que estão fora do Brasil pela primeira vez. Para quem faz intercâmbio não é diferente. Ainda mais quando não se fala nada além do português. Vou de táxi? Onde eles param? Pego um ônibus? Como tudo isso funciona?

É nessa hora que o transfer vira, literalmente, uma saída. O serviço de transporte particular ameniza esse primeiro contato com a terra estrangeira. O serviço é opcional, mas muito recomendado, segundo Filipe Bonavigo, gerente da loja Jardins/Faria Lima da Experimento Intercâmbio Cultural.

Quando o transfer de chegada é contratado, um motorista fica à espera do estudante na área de desembarque, segurando aquelas famosas plaquinhas com o sobrenome da pessoa escrito, a fim de facilitar a localização. O serviço é contratado pela escola onde o intercambista vai estudar, explica Filipe. “O transfer é um porto seguro naquele momento do desembarque, para começar bem a sua experiência”, ressalta.

Filipe conversou com a Nathalia sobre este e outros assuntos antes da viagem para Montreal, onde ela vai estudar francês com gastronomia. Veja como está sendo essa aventura seguindo o perfil @ComoViaja nas redes sociais.


Viagem feita a convite da Experimento Intercâmbio Cultural, da EC Montreal e da Air Canada

Booking.com

DEIXE SEU COMENTÁRIO