Como Viaja na Alemanha: Bundesligado em Berlim

Por Fernando Victorino (em Berlim)

O Bayern de Munique conquistou seu 24º título alemão depois de vencer o Hertha, aqui em Berlim, por 3 a 1. Ah, com SETE rodadas para o fim do campeonato!

Durante todo o campeonato o time de Pep Guardiola foi um rolo compressor. Vencida a Bundesliga, o campeonato nacional de futebol, o time da Baviera deve começar a acumular recordes, como um milionário dado a excentricidades.

Mas deixemos os detalhes do chamado ‘campo e bola’ para espaço mais apropriado. O que quero contar é como foi nossa noite de ontem em busca de um lugar para assistirmos ao jogo. O mais óbvio, o estádio Olímpico, não foi possível porque todos os ingressos estavam vendidos quando pensamos nisso ainda no Brasil.

Por uma questão de logística de nossa viagem, apenas por uma noite mudamos de hotel (do NH Berlin Mitte para o Novotel Berlin Mitte). A caminho dele, ao entardecer, topamos com os primeiros torcedores do Bayern presentes na cidade. Como o frio está de rachar, os tradicionais cachecóis do time se destacavam no vestuário, facilitando a identificação. Vimos também alguns fãs do Hertha na região da Alexanderplatz.

Já no hotel, perguntei na recepção se havia algum bar nas imediações onde fosse possível assistir ao jogo na TV. Depois de sugerir para assistirmos no bar do próprio hotel, o atendente batucou uma pesquisa rápida no computador e me entregou uma lista com endereços de bares de esportes na região central, o Mitte.

Entrei no site de alguns deles. Escolhi o Schmittz, na Torstrasse. Nada mais sugestivo, já que Tor, em alemão, significa gol, além de portão.

Os caras já corriam atrás da bola em campo enquanto nós corríamos para escapar da chuva que pegamos na saída do metrô na Rosa-Luxemburgo-Platz.
Pouca gente na rua, muita gente no bar, que de fato tinha um telão exibindo a partida. A galera estava amontoada diante do telão, uns sentados e outros em pé atrás. Tinha cara até do lado de fora, no frio, filando o jogo pela janela. Com a lotação do local, achamos prudente retornar. Nathalia tirou fotos do lado de fora mesmo.

De volta ao hotel, paramos no bar do lobby. Na TV, um canal mostrava simultaneamente não só o Bayern como toda a rodada, com troca de jogo a cada cinco minutos. O som estava baixo, havia basicamente homens no recinto, quase todos com ar de tédio olhando a bola rolar. Bebiam cerveja e petiscavam uns salgadinhos condimentados demais que puseram também em nossa mesa.
Nada de comentários, nada de vibrações com os lances, com os resultados.

Nesse cenário de marasmo, talvez reflexo da superioridade avassaladora do Bayern, não foi de se espantar que o principal momento de agito da noite tenha sido o gol de bicicleta marcado em meio àquele carrossel de jogos.

Até o narrador deixou seu tom monocórdio para gritar efusivamente Tor!, dando um ligeira animada no ambiente.

No fim das contas, a nossa tentativa de assistir ao jogo pela televisão foi frustrante, meio chocha, assim como pode ficar a Bundesliga se o Bayern continuar ganhando tudo tão facilmente.

20140326-095200.jpg

20140326-095210.jpg

DEIXE SEU COMENTÁRIO