Lego House, na Dinamarca: nova casa temática com as peças em Billund

Legoland e Lego House, nova casa temática, fazem de Billund, na Dinamarca, destino imperdível para famílias fãs de peças de montar. Misto de museu e área para diversão, prédio parece ter sido feito com peças de brinquedo e é dividido em setores

ATUALIZADO EM 28 DE SETEMBRO DE 2017

Se você é fã de Lego, deve incluir Billund em seu roteiro de viagem. Esta minúscula cidade da Dinamarca é terra dos famosos tijolinhos de brinquedo e onde a primeira Legoland foi criada. O município que fica a 265 km da capital Copenhague ganhou a Lego House, casa temática inteiramente dedicada às peças de montar. É uma atração que mescla museu e espaços para crianças e adultos brincarem com muita criatividade. A Lego House abre para o público em 29 de setembro.

Tem tudo para ser uma experiência tão encantadora quanto conhecer os parques temáticos e os Discovery Centre da marca — a gente visitou tanto a Legoland Berlim quanto a de Legoland Alemanha, em Gunzburg, perto de Munique, onde também dormimos num hotel-castelo na Legoland Alemanha. As crianças (e os adultos!) geralmente ficam fascinados com as formas que as pecinhas tomam pelas mãos de especialistas e também se divertem muito com os brinquedos dos parques e as áreas com o Lego para montar onde os tijolinhos prontos para serem explorados por mãos e mentes criativas.

LEGO HOUSE, NOVA E COLORIDA ATRAÇÃO DA DINAMARCA – Fotos: Divulgação
CASA TEMÁTICA COM VÁRIAS ÁREAS PARA CRIANÇAS BRINCAREM

Como é a Lego House

Desde 2014, a Lego House está sendo erguida no centro de Billund, a cerca de 10 minutos do segundo maior aeroporto da Dinamarca, o que deve chamar a atenção de quem chega à cidade pelo alto. O prédio foi projetado pelo escritório de arquitetura Bjarke Ingels Group, que levou em conta o conceito da fabricante do brinquedo.

O edifício foi construído como se 21 grandes blocos brancos estivessem empilhados e conectados entre si, com terraços e playgrounds abertos ao público. No topo do prédio está a chamada Keystone, estrutura com as mesmas proporções de uma peça de Lego de tamanho 2×4.

CONSTRUÇÃO LEMBRA PEÇAS DE LEGO EMPILHADAS

Para se ter ideia da imponência da nova atração, são cerca de 25 milhões de pecinhas num espaço de 12.000 m². O edifício tem 3 espaços para comer (café, gourmet ou restaurante para família), a Lego Square (com uma árvore de 15 m de altura no centro da praça) e uma loja. Nos andares superiores, 4 áreas coloridas (como não poderia deixar de ser) terão atividades pagas à parte.

ÁRVORE DA CRIATIVIDADE, NA LEGO HOUSE EM BILLUND

Com capacidade para receber até 2.500 pessoas em momentos de pico, a nova casa acredita ter 250.000 visitantes pagantes ao ano. A intenção não é só atrair gente para as atrações cobradas, mas transformar a Lego House em um centro de convivência para turistas e moradores de Billund, cidade onde toda essa deliciosa brincadeira começou.

O que fazer na Lego House

A ideia da nova atração é que pessoas de todas as idades vivam intensamente essa experiência e testem todas as possibilidades de combinação usando os tijolinhos. Fico aqui só imaginando o nosso filho, Joaquim num espaço desses. Ele se divertiu muito nas bancadas da Legoland Discovery Centre, em Berlim (e olha que a quantidade de peças era infinitamente menor!).

JOAQUIM E AS PECINHAS NO LEGOLAND DISCOVERY CENTRE, EM BERLIM – Foto: Nathalia Molina @ComoViaja

Além de apreciar os detalhes da árvore na Lego Square, os visitantes podem ver figuras criadas por fãs das pecinhas do mundo inteiro, expostas na Masterpiece Gallery. Entre elas, enormes dinossauros. A History Collection mostra a evolução da marca desde que o carpinteiro Ole Kirk Kristiansen trocou a fabricação de móveis pela de brinquedos, em 1932. Lá estão os mais icônicos sets (conjuntos) de pecinhas vendidos ao longo desse tempo todo.

DINOSSAUROS DE LEGO NA MASTERPIECE GALLERY

Mas a grande sensação da Lego House está nos andares superiores. Cada setor, identificado por uma cor, representa o estágio do desenvolvimento de uma criança: o vermelho envolve a criatividade, o azul está relacionado à cognição, o verde tem a ver com a sociabilidade e o amarelo representa o lado emocional.

Na Red Zone, por exemplo, 400.000 peças de Lego convidam os visitantes a soltarem a imaginação para criar formas com os tijolinhos.

RED ZONE, COM 400.000 PECINHAS PARA MONTAR

Já na Blue Zone, crianças e adultos testam sua desenvoltura montando robôs ou bancando o arquiteto nas construções de uma cidade.

BLUE ZONE, PARA BRINCAR COM ROBÔS OU BANCAR O ARQUITETO

Quando pintar fome, o Mini Chef, para refeições em família, permite montar de fato o que você pretende comer. O pedido é entregue por robôs dentro de uma caixinha desenhada como uma peça de Lego.

ROBÔS QUE ENTREGAM A COMIDA NO RESTAURANTE DA LEGO HOUSE

Neste vídeo oficial, você pode fazer um passeio com esta família pela Lego House, na Dinamarca:

VALE SABER

Endereço: Ole Kirks Plads 1, Billund, Dinamarca

Horário: As 4 áreas coloridas funcionam diariamente, das 10 às 20 horas. A praça abre meia-hora mais cedo e fecha 30 minutos mais tarde

Preço: Há poucos ingressos disponíveis na bilheteria da Lego House. Então compre pelo site. A entrada custa 199 coroas dinamarquesas algo em torno de 27 euros ) — crianças até 2 anos, grátis. O ingresso dá direito a escolher o horário de entrada; é necessário chegar com 30 minutos de antecedência

Alimentação: O Brickaccino é um café que oferece lanches rápidos e refeições lights (diariamente, das 9h30 às 20h30); no Mini Chef dá para montar o prato pedido com peças de Lego enquanto você aguarda para saborear seu almoço ou jantar (diariamente, das 11 horas às 20h30); o Le Gourmet é o único que exige reserva e serve pratos da boa gastronomia com um toque da alegria típica de Lego (diariamente, das 17h30 às 22 horas)

Loja: De frente para a praça, no centro da Lego House, a loja oferece conjuntos e produtos especiais (diariamente, das 9h30 às 20h30)

Site: www.legohouse.com

DEIXE SEU COMENTÁRIO