Legoland Alemanha: preço, localização e atrações do parque

Fomos à Legoland Alemanha e adoramos o parque. Veja preço, localização, hotel e como vale a pena a atração a 1h de trem de Munique. Localizado entre a cidade da Baviera e Stuttgart, o complexo garante diversão para crianças num país famoso pelos lugares históricos, com a chance de viver férias ao estilo das famílias alemãs

ATUALIZADO EM 11 DE ABRIL DE 2017

Queríamos visitar a Alemanha em família, mas como conciliar museus e pontos turísticos levando conosco uma criança? Assim como fazemos com os programas culturais e de entretenimento quando estamos no Brasil, o roteiro de nossa viagem foi definido com base nos interesses pessoais de todos aqui de casa, para que cada um aproveitasse aquilo que escolheu visitar da melhor maneira.

Razão pela qual saltamos do trem na pequena Günzburg, entre Munique e Stuttgart, para 2 dias de visita à Legoland. Quim havia acabado de fazer aniversário. Como presente, reservamos uma noite no então recém-inaugurado hotel Königsburg (Castelo Real), com direito a 2 dias de entrada no parque de diversão. É um clima bem diferente dos resorts da Flórida, nos Estados Unidos. Tivemos férias legitimamente alemãs no Legoland Hotel na Alemanha.

Depois disso, a Legoland já ganhou outro hotel-castelo em 2016, o Drachenburg (com inspiração num dragão e 34 quartos) e tem previsão de inaugurar um novo em 2018. Com decoração de pirata, o Pirate Island terá 142 apartamentos para até 594 hóspedes. No Traveller’s Choice Award 2017, o complexo chamado de Feriendorf (vila de férias, numa tradução livre do alemão) foi eleito pelos viajantes no TripAdvisor como o melhor hotel para família na Alemanha e ocupa o 7º lugar na mesma categoria mundialmente.

Fotos: Nathalia Molina @ComoViaja
Fotos: Nathalia Molina @ComoViaja

Esse exercício democrático sempre exige pesquisa. Com a Alemanha foi preciso um pouco mais, para conhecer o que há de lúdico, já que o país europeu costuma ser como um destino indicado para quem gosta de história e arte, por exemplo. No planejamento que Nathalia e eu desenhamos, buscávamos isso e também lugares para nosso filho, Joaquim, brincar.

Era para ser surpresa. Mas, quando o nosso menino, ainda no Brasil, nos pegou acessando o site oficial (e multicolorido) da Legoland, ficou impossível não dizer o que tínhamos em mente para aquela longa jornada pela Alemanha. A empolgação dele nos contagiou de tal forma que, no fim desse trecho da viagem, nos sentíamos tão criança quanto ele. E prontos para encarar a metade final do roteiro.

Além do mais, a visita a Legoland era a primeira vez do Joaquim em um parque de diversão. De certa forma, era meu début também. Na infância até fui algumas vezes ao velho Playcenter, parque que ficava na Marginal Tietê, em São Paulo. Ou seja, experiência que não se compara à de um grande centro internacional de entretenimento temático.

Legoland Alemanha Crianca Viagem - Foto Nathalia Molina @ComoViaja (5) (600x800)

Reserve seu hotel na Legoland Alemanha pelo Booking *

Como é o parque de diversão perto de Munique

Tínhamos o mapa nas mãos, mas decidimos explorar de forma aleatória cada uma das 8 áreas temáticas da Legoland. São em torno de 90 atrações. Na Miniland, em torno de 25 milhões de pecinhas dão forma a cidades e personagens da saga Star Wars. Para a temporada 2017, quando o parque celebra seus 15 anos, a novidade é o Lego Ninjago World, atração 4D para toda a família numa área de 7.000 m².

LEGO NINJAGO WORLD – Foto: Divulgação

Para ter uma ideia geral da Legoland, durante nossa visita, achamos interessante começar pela torre de observação (Aussichtsturm), uma plataforma giratória fechada que sobe a 50 metros. Dá uma visão panorâmica de parte do parque, pois fica numa das extremidades.

Se não quiser ir tão alto, experimente o Tret-a-Mobil. Você pedala o carrinho ou deixa a velocidade reduzida do brinquedo te levar pelo trilho suspenso. Por não ser envidraçado como a torre de observação, fica mais fácil fazer fotos e vídeos dando uma ideia geral do parque, com 55 milhões de peças de Lego usadas na ambientação.

A Legoland Alemanha é voltada para crianças de 2 a 12 anos. Logo, não é um reino repleto de brinquedos radicais. Mas atrações mais extremas existem, não demoramos a descobrir.

Na entrada de todo brinquedo há uma régua dividida nas cores vermelha, amarela e verde, cada uma indicando a altura da criança. O monitor da atração legitima o que os pedaços coloridos mostram.

Legoland Alemanha Criancas Altura Atracoes - Foto Nathalia Molina @ComoViaja (2) (600x800)

Legoland Alemanha Criancas Altura Atracoes - Foto Nathalia Molina @ComoViaja (1) (600x800)

Na época, Joaquim ficava na zona amarela, ou seja, tinha de ir em todas as atrações na companhia de um adulto.

O que fazer na Legoland Alemanha

MONTANHA-RUSSA, EM VERSÃO LIGHT OU NEM TANTO

Nosso aquecimento foi no Drachenjagd, versão light em que as curvas bruscas assustam mais do que o sobe e desce que não faz nem cócegas — embora eu tenha segurado o bracinho do Quim firmemente durante as 2 voltas que demos. Coisa de pai, sabe como é.

Legoland Alemanha Crianca Viagem - Foto Nathalia Molina @ComoViaja (2) (960x1280)

Garoto alto, espigado, logo ele entrou sem problemas no Feuerdrache, a tal montanha-russa em que fomos parar sem perceber, como Nathalia descreveu no texto que abre essa série de Alemanha com criança. O brinquedo em si não faz aquele malabarismo todo que outras montanhas-russas apresentam mundo afora, mas impressiona a quem nunca tinha botado os pés em um parque de diversões, caso do Joaquim.

Legoland Alemanha Castelo Criancas - Foto Nathalia Molina @ComoViaja (2) (1024x768)

Depois do susto no Feuerdrache, nosso menino chorou durante meia hora. Tempo em que ficamos estudando qual era a melhor atração-pós-trauma-da-montanha-russa. Quim escolheu o Kanu X-pedition, uma canoa que flutua por um percurso curto. É bem suave, molezinha, molezinha. Tanto que adultos só entram se for para acompanhar crianças menores de 3 anos.

Legoland Alemanha Criancas Canoa - Foto Nathalia Molina @ComoViaja (800x600)

AVENTURA COM QUEDA NA ÁGUA

Em toda atração que envolve água, o risco de você sair molhado é alto. Como dormiríamos no hotel do parque, nosso plano era nos encharcarmos no primeiro dia, quando teríamos chuveiro à disposição e roupas secas para trocar. No fim do dia seguinte — depois de mais parque — seguiríamos para Stuttgart, e ninguém estava disposto a pegar o trem usando peças úmidas.

Já deu para sacar que, entre teoria e prática, às vezes prevaleceu a vontade de uma criaturinha que era a razão para estarmos na Legoland. Naquele 1º dia, o maldito dia da montanha-russa, Joaquim não quis encarar o Dschungle X-pedition, canoa que escorrega do alto de um vulcão por um toboágua a 12 metros de altura.

Legoland Alemanha Agua Atracao Viagem - Foto Nathalia Molina @ComoViaja (3) (1280x951)

Particularmente, o Dschungle me pareceu até um pouco sem graça à primeira vista. Usei a mesma estratégia da montanha-russa, me aboletando no assento no fim da canoa, na esperança de sair menos molhado do que o povo à minha frente.

Só que o inventor do brinquedo deve ter se inspirado no ditado popular que diz que os últimos serão os primeiros. Depois de subir ao topo da estrutura em forma de vulcão, a canoa girou 90 graus à esquerda e parou. Havia uma abertura bem atrás de mim. E eu não tinha percebido.

A primeira queda, que não dava para ser vista do lado de fora da atração, era de costas! Adivinhe então quem levou o primeiro banho do passeio? Passado o susto da primeira queda, contornamos um caminho de 2 ou 3 curvas antes de subirmos novamente e partirmos para a descida final, com aquela espirrada de água para todos os lado (dentro da canoa, inclusive).

Joaquim adorou a brincadeira, queria ir novamente. Estávamos parcialmente molhados. Explicamos a ele que, se brincássemos outra vez, nossa viagem de trem no fim do dia não seria nada confortável.

MOLHADOS NA GUERRA DE CANHÕES

Caminhamos um pouco e vimos o Käpt’n Nicks Piratenschlach, cuja sonoridade do nome em alemão sugere algo bem molhado. A atração estava praticamente vazia e resolvemos subir no navio pirata para dar uma volta. Nele há canhões de água para serem usados em batalhas contra as demais embarcações. A primeira volta foi tranquila, com o Joaquim espirrando água no nada, sem ataques contra os barcos próximos. Havia pouca gente, então a monitora nos concedeu mais uma voltinha.

Legoland Alemanha Crianca Pirata - Foto Nathalia Molina @ComoViaja (2) (1024x768)

Tudo ia muito bem até um garotinho surgir do lado de fora, em um lugar mais alto onde também havia canhões de água. Não é que o moleque encasquetou de nos molhar? Nathalia e Quim não tiveram força suficiente para revidar aos ataques do menino. Assumi o canhão e girei a manivela que lançava água o mais rápido possível.

Confesso, dei um banho no fedelho com minha artilharia pesada. Acontece que ele ganhou a companhia do pai que, assim como eu, decidiu defender sua cria (atire o primeiro jato quem não faria o mesmo). No 2 contra 1, ficou complicado. Fosse na vida real e iríamos a pique. Terminamos a brincadeira gotejando.

Legoland Alemanha Crianca Pirata - Foto Nathalia Molina @ComoViaja (3) (1024x768)

Na saída do brinquedo havia uma providencial máquina de secar. Custava 1 euro e só funcionava a base de moeda. Infelizmente, estávamos sem trocados, e a solução foi nos secarmos ao sol, na área externa do Dino Grill.

O calor não era de rachar, a umidade nos acompanhou por um bom tempo. Parecíamos roupas recém tiradas de uma máquina de lavar que passariam por outros dois ciclos antes de ficar enxutas.

Reserve seu hotel na Legoland Alemanha pelo Booking *

RESTAURANTES E QUIOSQUES PELO PARQUE

Nós tínhamos saído muito cedo de Munique com destino a Günzburg. A fome era grande e, por isso, almoçamos pouco depois de entrarmos no parque.  Comemos no City Markthalle (entre os pratos que pedimos, experimentamos a sugestão de menu infantil com rodelas de batata prensada e molho de maçã).

Legoland Alemanha Viagem Restaurante Prato Infantil - Foto Nathalia Molina @ComoViaja (800x598)

No 2º dia, fomos ao Dino Grill. Enquanto esperávamos pela comida, Joaquim foi se molhar um pouco mais no Wasser-Spiele, fonte musical que esguichava água toda vez em que a criançada pisava no chão.

Legoland Alemanha Instrumentos Musicais Lego - Foto Nathalia Molina @ComoViaja (686x1024)

Escolhemos esse restaurante com mesas ao ar livre para nos secarmos ao sol. Estávamos ensopados porque Joaquim havia superado o trauma de descida em queda livre, revelado no dia anterior, e topado encarar o Dschungle X-pedition — e também porque o papai aqui resolveu defender a honra da família no Käpt’n Nicks Piratenschlach (explico mais adiante).

FILME 4D DO LEGO E XÍCARA MALUCA

Acionamos a função ‘secagem’ no Lego Studios, onde assistimos a um curta de animação em 4D, com direito a sensação de calor na sala de projeção a cada explosão enfrentada pelo herói Clutch Powers. Um novo filme com Emmet e sua turma é uma das novidades da temporada 2016 do parque, com The Lego Movie – A New Adventure.

Legoland Alemanha Cinema Viagem - Foto Nathalia Molina @ComoViaja (480x640)

Da sessão de cinema, partimos para o Techno Schleuder, a boa e velha xícara maluca. Rodamos no sentido anti-horário e em torno do próprio eixo, num movimento em forma de número 8! Resumindo: modo de centrifugação completo! Estávamos sequinhos novamente.

Reserve seu hotel na Legoland Alemanha pelo Booking *

SOBRE TRILHOS, BRINQUEDOS PARA OS BEM PEQUENOS

Aquela recusa momentânea do Joaquim nos levou a conhecer atrações como o Safari Tour, jipinho que atravessa uma savana de mentirinha, com gorilas, elefantes e girafas, em um total de 90 animais selvagens construídos com pecinhas de Lego, em tamanho real.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Também sobre trilhos, o Legoland Express contorna todas as áreas do parque (o trem anda bem devagarinho, dá para tirar fotos e filmar sem se descuidar dos pequenos).

Na linha dos brinquedos light, o Ritterturnier permite à criançada montar a cavalo e se divertir ‘enfrentando’ adversários feitos de Lego em um torneio de justa, combate típico do período medieval.

Legoland Alemanha Crianca Cavaleiro - Foto Nathalia Molina @ComoViaja (1) (600x800)

Legoland Alemanha Trenzinho Viagem - Foto Nathalia Molina @ComoViaja (800x626) (2)

Na área Imagination sobram brincadeiras para os miúdos. Tem jogo da memória, o Duplo Express (trenzinho que remete à linha de produtos voltados para crianças de até 3 anos) e o Power Tower, uma torre com cadeiras que sobem com auxílio de uma corda que os adultos puxam.

Legoland Alemanha Crianca Viagem - Foto Nathalia Molina @ComoViaja (3) (800x629)

É nessa mesma área em que fica a Galerie der Fussballstars, com bustos de alguns dos mais famosos craques do futebol mundial feitos de Lego — Beckenbaeur, Maradona e Ronaldinho Gaúcho estão entre os homenageados.

Legoland Alemanha Jogadores de Futebol de Lego - Foto Nathalia Molina @ComoViaja (1) (800x600)

Legoland Alemanha Jogadores de Futebol de Lego - Foto Nathalia Molina @ComoViaja (2) (600x800)

PERNAS PARA O AR, ENTRE STAR WARS E NINJAGO

Bichos, cavaleiros e personalidades reproduzidas com peças de brinquedo impressionam pelo tamanho e pela riqueza de detalhes. Quando o assunto é uma nave espacial, o impacto causado é maior. Na área onde fica o Lego Bionicle Power Builder, a atração na época de nossa visita era a X-Wing, veículo de combate das forças do bem de Guerra nas Estrelas. Construída nas medidas da usada no filme, a nave consumiu 5 milhões de blocos coloridos!

Legoland Alemanha Star Wars Lego - Foto Nathalia Molina @ComoViaja (1) (1280x960)

Legoland Alemanha Star Wars Lego - Foto Nathalia Molina @ComoViaja (4) (1024x793)Legoland Alemanha Star Wars Lego - Foto Nathalia Molina @ComoViaja (5) (1024x765)

Naquele tempo Joaquim ainda não havia assistido a nenhum episódio de Star Wars. Por causa da pouca idade e por ainda não ter essa referência filmográfica, foi compreensível o medo que ele sentiu dos soldados de Darth Vader. Com armas em punho, os Stormtroopers circulavam pelo local e tiravam fotos com os visitantes. Havia também estátuas de Lego de todos os personagens da saga criada por George Lucas.

A trilha sonora do filme se misturava com o barulho do Lego Bionicle Power Builder, 6 braços mecânicos com 2 assentos na ponta. Nele os ocupantes eram girados para todos os lados. Na parte externa, no espaço vizinho, o Flying Ninjago tem o mesmo conceito: botar as pessoas de pernas para o ar. A 22 metros do chão, é você quem escolhe só voar em círculos ou também rodopiar com o auxílio de asas móveis. Recomenda-se encarar esses brinquedos antes de qualquer refeição.

Para a temporada 2017, o parque ganha o Lego Ninjago World, brinquedo 4D sobre o mundo dos bonequinhos amarelos ninjas.

CARRINHO DO NINJAGO – Foto: Sandy Huffaker/Legoland/Divulgação

Reserve seu hotel na Legoland pelo Booking *

MINILAND: CIDADES E FIGURAS FEITAS DE PECINHAS

Para quem ama Lego, a Miniland é, sem dúvida, a atração que merece muita atenção. Não é à toa que ela ocupa a área central do parque. Prédios famosos da Alemanha e de outras cidades europeias foram construídos em escala 1:20. Olhar as pessoas em volta daquelas esculturas me lembrava um pouco o clip Love is Strong, dos Rolling Stones, em que os músicos da banda, atores e modelos circulam pelas ruas de Nova York como gigantes.

Legoland Alemanha Lego Mestre Yoda Star Wars - Foto Nathalia Molina @ComoViaja (600x800)

Na Miniland, Berlim está lá com o Reichstag (parlamento alemão) e o Portão de Brandemburgo. Frankfurt é representada pela Römerberg e pelos modernos prédios que se destacam na paisagem do centro financeiro do país. Maior edifício feito com Lego no mundo, a Allianz Arena pesa 1 tonelada e meia! A estação de trem da suíça Lucerna e os tradicionais moinhos de vento da Holanda também estão reproduzidos. Na Veneza em miniatura, o gondoleiro cantarola enquanto percorre os famosos canais da cidade italiana.

Acessíveis às crianças, botões e alavancas movimentam partes dos cenários e de alguns personagens. Reserve um bom tempo se quiser admirar a impressionante riqueza de detalhes. Para os fãs de Star Wars é também a oportunidade de rever 7 cenas da série, recriadas com a ajuda de 1 milhão e meio de tijolinhos coloridos.

E a mania de grandeza dessa gente não para. Novidade da temporada 2016, o High Five é um projeto que recria 5 dos maiores arranha-céus do mundo: Ping An Finance Center e Shangai Tower (ambos da China), Makkah Royal Clock Tower Hotel (Arábia Saudita), One World Trade Center (Estados Unidos) e Burj Khalifa (Dubai), o mais alto deles — o original tem 828 metros de altura e o da Miniland é igualmente gigante, construído com mais de 5 metros. Reproduzir todos esses edifícios consumiu 400.000 peças de Lego e 6 meses de trabalho de 13 designers.

Legoland Alemanha Lego Star Wars Miniland - Foto Nathalia Molina @ComoViaja (800x600)

ATRAÇÕES COBERTAS, COM VIDEOGAME E AQUÁRIO

Com boa parte das 90 atrações a céu aberto, chega a ser estranho entrar em uma fila para desfrutar de um espaço fechado. Àquela altura da nossa viagem pela Alemanha já tínhamos visitado o SeaLife & AquaDom em Berlim e também o aquário em Munique. Ainda assim topamos entrar em Atlantis para ver como 2.000 peixes vivem em meio a objetos e personagens construídos com 1 milhão de peças de Lego.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nossa última escala foi no disputado Tempel X-pedition. Mais uma vez sobre trilhos, cruzamos a escuridão do templo do faraó em uma caça ao tesouro interativa, munidos de uma pistola de luz para acertarmos alvos que surgiam pelo caminho. O conceito de caçada se repete no City Polizeistation. Na atração inaugurada em 2015, exclusiva dentre os 6 parques da franquia em todo o mundo, pais e filhos perseguem ladrões por um labirinto de espelhos e barreiras de laser.

Legoland Alemanha Criancas Viagem - Foto Nathalia Molina @ComoViaja (1024x765)

Essas duas últimas atrações fazem parte das sugestões do site do parque para os dias de mau tempo. Quando estivemos por lá, naquele início da primavera europeia, o sol surgiu entre nuvens, desaparecendo justamente na nossa partida.

Voltamos de táxi para a estação e pegamos o trem para Stuttgart — acredite, ele atrasou, coisa rara na Alemanha! Dos 6 trechos que percorremos durante toda a viagem pelo país, esse trem local foi o único que não chegou no horário. Se soubéssemos que isso iria acontecer, talvez tivéssemos dado uma esticadinha no parque. Fosse para experimentar uma atração que ficamos sem conhecer ou ir em um mesmo brinquedo mais uma vez.

Desde que não fosse o dragãozinho, claro.

Reserve seu hotel na Legoland Alemanha pelo Booking *

VALE SABER

Endereço: Legoland Allee, 89.312, Günzburg, Alemanha

Transporte: A Legoland fica entre Munique e Stuttgart. De carro, pegue a estrada A8 e utilize a saída para a cidade de Günzburg. Há placas que indicam o caminho para o parque. O estacionamento custa 6 euros por dia.

Nós fomos de trem, de Munique a Günzburg. Na mesma calçada da estação há um ônibus que deixa os visitantes na porta do parque — o traslado é grátis para quem apresentar o tíquete do trem, informa o site oficial do parque. Na alta temporada, os ônibus saem a cada 15 minutos. Na baixa, a cada 30.

Como estávamos carregados com malas, optamos por um táxi do ponto em frente à estação. Pagamos cerca de 8 euros e foi bem mais confortável. Ficamos hospedados dentro da Legoland, então acessamos o parque por uma entrada exclusiva. Fica no fim de uma trilha cheia de árvores, muito legal.

Legoland Alemanha Familia Viagem Bosque - Foto Nathalia Molina @ComoViaja (1) (800x600)


Funcionamento:
Em 2017, abre de 1º de abril a 5 de novembro, sempre a partir das 10 horas, com o horário de encerramento variando entre 18 e 22 horas, conforme o período do ano. As atrações (exceto o Miniland) são encerradas 1 hora antes do fechamento do parque. Restaurantes e lojas podem fechar um pouco antes conforme o movimento

Legoland Alemanha Familia Viagem Parque Entrada - Foto Nathalia Molina @ComoViaja (2) (800x660)

Preço: No portão do parque, a entrada custa 44,50 euros — crianças de 3 a 11 anos, 39,50 euros; abaixo de 3 anos, grátis. Pelo site, o ingresso individual estava com desconto: adulto pagava 37,80 euros, e criança, 33,50 — tem de ser comprado com pelo menos 5 dias de antecedência e para uma data específica.

A Legoland tem 2 possibilidades de family ticket. Para 4 pessoas, estava a 35 euros para cada uma; para 5 pessoas, saía a 32,50.

Quando pagamos por 1 noite no Köningsburg, hotel que fica na Legoland, ganhamos os ingressos do parque.

Alimentação: De pizza a waffle, passando por massas e grelhados, sem se esquecer do infalível schnitzel com batata frita, a Legoland possui 13 espaços para comer e beber. Quem quer aproveitar mais as atrações ganha tempo apelando para os cafés, que têm lanches e crepes no cardápio.

Uma tabela em inglês no site mostra o menu dos restaurantes e os ingredientes que podem causar problemas a quem sofre de alguma alergia ou intolerância alimentar

Legoland Alemanha Criancas Restaurante - Foto Nathalia Molina @ComoViaja (800x615)
Lojas:
Não há melhor lugar na Alemanha para comprar Lego. O parque possui 12 opções de lojas, entre moda infantil e adolescente, um mini mercado, uma tenda exclusiva para meninas e ambientes temáticos (o ponto que vende produtos Star Wars atrai muitos adultos).

É possível comprar pecinhas por peso, diretamente da fábrica (limite de 100 gramas por pessoa por dia), ou então garimpar bons brinquedos no saldão que funciona durante toda a temporada.

Como não queríamos carregar muito peso pelas 3 cidades que ainda iríamos visitar, optamos por comprar Lego em Frankfurt, nossa última parada. Lá adquirimos sets e ainda alguns bonecos avulsos que Joaquim montou na hora, combinando diferentes peças

Legoland Alemanha Loja Viagem - Foto Nathalia Molina @ComoViaja (800x616)

Site: legoland.de


*Quando você reserva pelo Booking, um percentual do valor é repassado ao Como Viaja. Assim, você contribui para que a gente continue a escrever aqui. Conheça todos os parceiros do Como Viaja, que oferecem passagens, hotéis, guias e reservas de atrações

6 Comments

  1. alda pinto

    Gostaria de saber se na Alemanha é igual ao de Chicago: só é permitida a entrada com crianças.

    • Oi, Alda. Adulto que estiver sozinho pode entrar normalmente na Legoland Alemanha.
      Siga @ComoViaja nas redes sociais.

  2. liana

    Boa noite ! Muito legal as suas dicas !!! Vamos aproveitar bastante ! Gostaria de aproveitar e saber como eles identificam a idade da criança nos brinquedos. Vi no site da Legoland que alguns deles possuem idade mínima (6 anos) e a minha pequena ainda não terá completado os 6, porém, já possui a altura exigida. Como é feito o controle ? Obrigada !!!!

    • Liana, que bom que as dicas foram úteis! Tomara que vocês se divirtam tanto quanto a gente se divertiu na Alemanha.
      Que eu me lembre, para ir num brinquedo, bastava a criança ter a altura mínima exigida. Por isso, na entrada de cada atração, tinha essa régua com as cores. De qualquer forma, mandei um email para a assessoria de imprensa do parque com essa dúvida. Quando me responderem, eu completo aqui, tá?

      Volte sempre ao Como Viaja! E siga a gente nas redes: busque por @ComoViaja

  3. Sonia Maria Molina

    Maravilhosa essa viagem e como todos se divertiram!!!

DEIXE SEU COMENTÁRIO